sexta-feira, 17 de janeiro de 2014

O SEU AMOR...

TE OLHEI E ME BATEU UM SENTIMENTO DIFERENTE, EU NÃO SABIA O QUE ERA, ESPEREI E FUI A LUTA, CONSEGUI UM SORRISO UM ABRAÇO E O MAIS ESPERADO SEU BEIJO.
MAS O SEU AMOR EU CONSEGUI? NÃO SEI, O QUE SEI É QUE SEM VC EU NÃO CONSIGO  MAIS, QUEM SABE O QUE SE PASSA EM SEUS PENSAMENTOS, E EM TEU CORAÇÃO.
E AGORA MESMO QUE EU NÃO QUEIRA VC VAI ESTAR EM MEU LIVRO DA VIDA E SE NÃO FORMOS FICAR JUNTOS SEMPRE LEMBRAREI QUE VC EXISTIU UM DIA DENTRO DE MIM... TE AMO AMOR...

Na rua...

CAMINHO...

Primeiro o seu olhar
mais tarde o seu amor
percebo que o conheço!!!

PENSO...

Fantasias no pensamento
beijos normais
percebo que o amo!!!

PARO...

Um pouco de realidade alguem mais

CALO-ME...
SOFRO...
CHORO...

Que do tempo flua a morte lenta desse louco desejo de amar,
e na rua eu continuo a andar ainda mais só...

SÓ...

Oh...

Oh conforto, o inexprimível conforto, de nos sentirmos seguros com alguém, não temos de pesar os pensamentos nem medir as palavras, mas deita-los.
todos fora tais quais são, palha e grão juntamente, sabendo q uma mão leal os há de atalhar e tolerar guardando o que vale a pena guardar,e depois, com o sopro da bondade, deitar a resta fora.